Buscar
  • Pró-Femme Diagnósticos

Conheça agora as dúvidas mais comuns sobre a tireoide


Qual a diferença entre hipotireoidismo e hipertireoidismo? É uma doença que acomete mais mulheres que homens? Veja as respostas para estas e muitas outras perguntas populares


Todos sabemos que o corpo humano é bastante complexo. Diversas são as dúvidas sobre órgãos, células, processos e doenças que nos acometem silenciosamente. A glândula tireoide – que lembra o formato de uma borboleta – é um exemplo disso. Localizada na parte anterior do pescoço, abaixo do Pomo de Adão, ela é reguladora da função de importantes órgãos como o coração, o cérebro, o fígado e os rins. Além disso, produz os hormônios T3 (triiodotironina) e o T4 (tiroxina), que têm a função de aumentar ou acelerar o metabolismo celular.


Listamos abaixo algumas das principais dúvidas sobre a glândula tireoide:


1. Qual a diferença entre hipotireoidismo e hipertireoidismo?

O hipotireoidismo ocorre quando a glândula tireoide produz hormônios em quantidades menores do que as necessárias. O hipertireoidismo é o contrário, a tireoide produz mais hormônios que o necessário.


2. Quais os sintomas e as causas de ambas?

No hipotireoidismo, os sintomas mais comuns são:

  • Cansaço

  • Fadiga

  • Dores nas pernas

  • Ganho de peso

  • Queda de cabelos

  • Unhas quebradiças

No caso específico do homem, umas das manifestações mais comuns é a redução de libido.

Quanto às causas, as mais frequentes são os distúrbios que afetam diretamente a tireoide, como os processos inflamatórios. Esta, inclusive, é a causa mais comum à Tireoidite de Hashimoto, que é a destruição da tireoide por meio de mecanismos ligados à imunidade.

Já no hipertireoidismo, temos entre as principais queixas dos pacientes:

  • Palpitações

  • Tremores nas mãos

  • Irritabilidade

  • Perda de peso


As causas mais comuns também estão relacionadas aos mecanismos imunológicos, levando a glândula a aumentar sua produção hormonal. É o que chamamos de hipertireoidismo primário ou Doença de Graves. Em outros casos, pode ocorrer de os nódulos produzirem hormônio em excesso. Esse processo é conhecido como bócio multinodular tóxico ou nódulo tóxico.


3. Como é feito o tratamento dessas disfunções?

O tratamento tem por objetivo elevar a quantidade de hormônios tireoidianos circulantes no hipotireoidismo. O motivo se dá por estes estarem abaixo do normal. Isso é conseguido através da reposição hormonal.


No hipertireoidismo, o tratamento visa reduzir a produção dos hormônios tireoidianos, que estão em excesso. Isso pode ser feito através de medicamentos, radioiodoterapia e, mais raramente, cirurgia.


4. As doenças da tireoide acometem mais mulheres que homens? Por quê?

Sim. Os transtornos ligados à tireoide são sete vezes mais frequentes em mulheres, principalmente após os 50 anos. Existe a ideia de que gestação e alterações hormonais durante a menopausa são fatores determinantes.


REALIZE SEUS EXAMES NA PRÓ FEMME

A PRÓ FEMME dispõe de um serviço especializado em investigações diagnósticas de doenças tireoidianas, guiadas por ultrassom, contando com uma estrutura física e tecnológica de ponta, somados a experiência e qualificação técnica de seu corpo clínico.

A avançada tecnologia dos sistemas de ultrassonografia empregados na PRÓ FEMME, apresentam-se como ferramentas essenciais nesse processo, com a geração de imagens de alta resolução, permitindo uma avaliação anatômica minuciosa, a identificação precoce e o monitoramento de lesões da Tireoide (possibilitando um tratamento mais rápido e efetivo).

Quando indicadas, as complementações diagnósticas por Punções Aspirativas (PAAF´s) das regiões tireoidianas, são conduzidas por médicos especializados, garantindo desse modo a excelência e a perícia na realização do procedimento.


Manter alguns cuidados é essencial para que esta glândula funcione como se deve. Gostou desse artigo? Acompanhe mais conteúdos em nossa página no Facebook!

4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Av. Caribe, 484 - Pq. Campolim

Sorocaba - SP CEP 18046-780

Horário de Atendimento

Segunda à Sexta-feira 7:30h às 18h

Sábado das 07:30h ás 12h

Whatsapp-PNG-c4s4s.com-333-Laranja.png

Todos os direitos reservados © - Pró-Femme Diagnósticos © 2020 por Infoqplan Performance Digital.